Introdução às Técnicas de Engenharia Natural


PRÓXIMA EDICÃO a definir

Inscrição
Formalização da Inscrição: 

– Ficha de inscrição;
– Curriculum vitae atualizado;
– Fotocópia do certificado de habilitações;
– Fotocópia do bilhete de identidade e número de contribuinte ou cartão de cidadão;
– Pagamento do curso (a inscrição apenas é considerada após o respetivo pagamento e são consideradas por ordem de chegada);

Devoluções: 

Comunicação feita com 5 ou mais dias úteis de antecedência em relação à data de início do curso, devolução integral do valor pago. Em caso de desistência após o prazo mencionado, ou durante a ação, não será devolvida qualquer quantia liquidada.

Inscrever-me

Descrição

 

De um modo geral, as técnicas de engenharia natural são um conjunto de práticas que se caracterizam pela utilização conjunta de materiais de construção vivos (plantas) e inertes (madeiras, pedra geotêxteis, etc…), em intervenções no território, ecologicamente equilibradas e com vantagens face às intervenções da engenharia mais tradicional.

A grande vantagem deste conjunto de técnicas será a redução dos riscos ambientais, maximizando a sua funcionalidade ecológica no meio onde se efetua a intervenção.

formação dirigida a

Engenheiros do ambiente, engenheiros civis, engenheiros florestais, arquitetos paisagistas, geógrafos, projetistas de especialidades de engenharia, técnicos de empresas ligadas à construção de espaços verdes e outros técnicos com interesse na temática.

Condições

CURSO DESENVOLVIDO EXCLUSIVAMENTE EM CONTEXTO EMPRESA.

PARA SOLICITAR ORÇAMENTO, POR FAVOR CONTACTE-NOS.

Outras Informações

 
Pretende-se que no final deste curso, os formandos sejam capazes de conhecer as principais técnicas de engenharia natural, bem como os principais materiais utilizados e conceber uma alternativa às técnicas de engenharia convencional.
  • Introdução e conceitos gerais
  • O projeto em engenharia natural
  • Os materiais utilizados
  • Aplicações técnicas de engenharia natural
Na lecionação do presente curso, serão aplicados diversos métodos de aprendizagem, dando preferência a métodos onde o formando adquira os conhecimentos de uma forma mais dinâmica e pró-ativa na busca do saber, pelo estudo de casos e exercícios práticos, análise de situações concretas, aplicados a casos reais.

A troca de conhecimentos entre participantes também constitui um ponto chave da aquisição de conhecimentos.

Após o processo de avaliação dos participantes e uma vez concluída a formação com aproveitamento, será emitido Certificado de Formação Profissional através da plataforma SIGO – Sistema de Informação e Gestão da Oferta Formativa, de acordo com a Portaria n.º 474/2010 de 8 de Julho.

Esta certificação será igualmente registada no Passaporte Qualifica do/a formando/a.

 

Relativamente à validade do Certificado fora de Portugal, todos os países da UE cumprem a Diretiva Equipamentos de Trabalho (2009/104/CE de 16 de Setembro) relativa às prescrições mínimas de segurança e de saúde para a utilização, pelos trabalhadores, de equipamentos de trabalho. No entanto, cada país é livre de “acrescentar” as suas regras, como também muitas empresas possuem regras internas mais exigentes ou pormenorizadas.

 

Assim, não existe a garantia de nenhum certificado ser válido em toda a Europa, como também nenhum certificado Europeu é garantidamente válido em Portugal mas, sendo este curso Certificado em Portugal pela Entidade que regula a Formação, DGERT – Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho e com os Certificados dos participantes a serem emitidos através da plataforma SIGO – Sistema de Informação e Gestão da Oferta Formativa, de acordo com a Portaria n.º 474/2010 de 8 de Julho e registada na Caderneta de Competências do formando, esta é a Certificação que poderá obter em Portugal.